Glossário

Abaixo encontra-se um pequeno glossário com o significado de alguns termos comuns ao rádio e exemplos de exploração do som

 

BG – É o fundo musical de determinada peça radiofônica. Geralmente é instrumental (trilha branca) para não prejudicar a compreensão da locução. A sigla BG vem da palavra em inglês background, que quer dizer fundo.

 

Crônica – É a apresentação de um tema livre – que pode ser esportivo, político, de moda, de comportamento, entre outros – cuja opinião pessoal do autor sobre o assunto em questão é expressada.

 

Entrevista – Depoimento dado a um ou mais repórteres tanto em estúdio quanto em ambiente externo.

 

Jingle – É um anúncio cantado, normalmente de melodia simples ou conhecida, que tenta fixar uma marca, determinado produto ou ideia na memória do ouvinte.

 

Paisagem sonora – É todo um ambiente acústico, qualquer que seja sua natureza. Exemplo: os sons de uma floresta tropical, de um vulcão ativo, de um centro urbano, da cozinha da avó, entre outros.

 

Percurso sonoro – É um tipo de paisagem sonora que engloba a soma de elementos sonoros vindos de diferentes espaços, que muitas vezes não são audíveis de um único local. É um áudio guia que ambienta o ouvinte e o conduz de um lugar ao outro, apresentando possibilidades de deslocamento. Exemplo: os áudio guias utilizados em museus que orientam o visitante a seguir determinado trajeto.

 

Pílula – É um mini programa radiofônico.

 

Radiodocumentário – É um formato constituído pelos elementos de diversos outros gêneros, incluindo entrevistas, depoimentos pessoais, opiniões e dramatização de textos e acontecimentos, entre outros. Para isso, necessariamente exige o uso de música e efeitos.

 

Radionovela – Drama radiofônico de longa duração e divididos em capítulos, que fez sucesso no Brasil entre as décadas de 30 e 50.

 

Sonoplastia – É a reconstituição artificial de efeitos sonoros que acompanham uma ação: recriação de sons da natureza, de animais e objetos, movimentos, e outros elementos que no teatro radiofônico e na radionovela têm que ser ilustrados ou aludidos sonoramente.

 

Spot – É um comercial de um produto ou campanha com locução que pode ser acompanhada de trilha e efeitos sonoros. É o tipo mais criativo de peça publicitária para o rádio, podendo usar elementos ficcionais e humorísticos, como contar uma história, ter diferentes personagens, constituir-se em uma trama de suspense, entre outros.

 

Vinheta – É a abertura de um programa que normalmente traz um tema musical. Geralmente associa texto e música, identificando emissora, apresentador, programa, entre outros.

 

Fonte: http://www.bemtv.org.br/portal/educomunicar/pdf/generoseformatos.pdf

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: